Ligue já: +258 82 3012251/2

Federação Internacional da Cruz Vermelha

A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho é uma organização humanitária fundada em 1919, em Paris, logo após a I Guerra Mundial, quando se constatou a necessidade de criar uma organização que reunisse as distintas Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha, visando aumentar a cooperação entre elas.

Foi Henry Davison, presidente do Comité de Guerra da Cruz Vermelha dos Estados Unidos, quem propôs formar uma Federação de Sociedades Nacionais. Durante uma conferência médica internacional convocada por Davison, nasceu a Liga de Sociedades da Cruz Vermelha.

Em Outubro de 1983, a Liga passou a se chamar Liga de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e, a partir de Novembro de 1991, Federação Internacional da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho.
A FICV, assim como o CICV e as Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, faz parte do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho

ACTIVIDADES DA FICV

• Apoiar as actividades das Sociedades Nacionais, promovendo o seu desenvolvimento;

• Coordenar acções de socorro internacionais em casos de desastres naturais.

COMPONENTES DO MOVIMENTO 

  1. Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV)
  2. Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV)
  3. Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha em cerca de 190 Países
  • ÓRGÃOS ESTATUTÁRIOS DO MOVIMENTO
    Conferência Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, na qual participam os Estados Partes nas Convenções de Genebra (Estados Signatários das Convenções de Genebra)
  • Conselho de Delegados
  • Comissão Permanente

MANDATO DO MOVIMENTO
CICV- O Comité Internacional da Cruz Vermelha é uma organização imparcial, neutra e independente, cuja missão exclusivamente humanitária é proteger a
vida e a dignidade das vítimas de conflitos armados e outras situações de violência, assim como prestar-lhes assistência.


CICV– Mandatado pelos Estados

Através das Convenções de Genebra e seus estatutos para:
• Proteger e assistir vítimas de conflitos armados
• Promover o Direito Internacional Humanitário (DIH) e sua implementação
• Reunir famílias separadas pelos conflitos armados
• Reconhecer oficialmente as Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho
O seu método de trabalho é a Confidencialidade, Diálogo Construtivo, Transparência


Actividades do CICV

• Protecção
• Assistência
• Prevenção
• Cooperação


CICV em Moçambique


1980:
Abertura da Delegação CICV em Maputo e Acordo de Sede

1981:
Centro ortopédico no Maputo

1985:
Centro ortopédico da Beira / 1986 Quelimane

1989:
Intensificação das acções do CICV com os detidos de segurança e as populações civis

1990:
Acordo para visitar os detidos sob interrogação

1994:
Encerramento da delegação

2014:
Estabelecimento do Escritório em Maputo

2017:
Autorização de acesso à população civil nas zonas vulneráveis do país e resposta as consequencias da violência armada na zona centro


FICV

A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho é uma organização humanitária fundada em 1919, em Paris, logo após a I Guerra Mundial, quando se constatou a necessidade de criar uma organização que reunisse as distintas Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha, visando aumentar a cooperação entre elas.

Foi Henry Davison, presidente do Comité de Guerra da Cruz Vermelha dos Estados Unidos, quem propôs formar uma Federação de Sociedades Nacionais. Durante uma conferência médica internacional convocada por Davison, nasceu a Liga de Sociedades da Cruz Vermelha.
Em Outubro de 1983, a Liga passou a se chamar Liga de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e, a partir de Novembro de 1991, Federação Internacional da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho.

A FICV, assim como o CICV e as Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, faz parte do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho



Actividades da FICV

• Apoiar as actividades das Sociedades Nacionais, promovendo o seu desenvolvimento;
• Coordenar acções de socorro internacionais em casos de desastres naturais.



Actividades das Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha

• Em cada País só pode existir uma Sociedade Nacional da Cruz Vermelha ou do Crescente Vermelho.
• As Sociedades Nacionais, que têm um estatuto de auxiliares dos poderes públicos, têm como missão aliviar o sofrimento humano através do poder da humanidade

www.realpornfilms.com indian sex tube hdpornmobile.org mature porn video