Ligue já: +258 82 3012251/2

Quem somos

CRUZ VERMELHA DE MOCAMBIQUE

Image

Uma Organização Humanitária Auxiliar dos Poderes Públicos

HISTORIA

• Decreto Presidencial no 43/78 - cria o Comité Organizador da CVM cuja Presidência é assumida por Dr. Fernando Vaz, na altura Vice Ministro da Saúde
• 10 de Julho de 1981 – Criação da CVM ( pela Conferência Constitutiva, realizada de 10 a 12 de Julho de 1981 e Presidida por S. Excia. Joaquim Chissano, na altura Ministro dos Negócios Estrangeiros
• 1988 – Reconhecimento pelo Governo de Moçambique; (feito através do Decreto no 7/88 de 17 de Maio). A CVM foi reconhecida como Sociedade de Socorros, auxiliar das Autoridades Públicas, de acordo com os Princípios do artigo 26 1) da 1ª Convenção de Genebra de Setembro de 12 Agosto de 1949
• 1988 – Reconhecimento pelo CICV
• 1989 – Membro da FICVCV;
• 1999 – Reconhecida como instituição de Utilidade Pública; (através do Decreto no 87/99, de 23 de Novembro) tendo em atenção os fins de interesse social prosseguidos pela cruz vermelha de Moçambique ao longo dos 18 anos e sua importante contribuição na assistência humanitária
• 1999 – Reconhecida como instituição de Utilidade Pública; (através do Decreto no 87/99, de 23 de Novembro)tendo em atenção os fins de interesse social prosseguidos pela cruz vermelha de Moçambique ao longo dos 18 anos e sua importante contribuição na assistência humanitária
• 2004 – Aprovada a Lei do Emblema pela Assembleia da República ( pela Lei no 5/2004 de 17 de Junho) que define e estabelece, segundo as Convenções de Genebra de 1949 e os seus protocolos Adicionais de 1977, o regime jurídico aplicável a protecção do emblema da CV.

M

Nossa missão

Contribuir para a melhoria das condições de vida das populações mais vulneráveis, prevenindo e aliviando o sofrimento humano em todos os lugares, através de mobilização de recursos para a promoção da cultura de paz e não-violência, solidariedade e inclusão social.

V

Visão

Ser a organização humanitária mais eficaz, eficiente, sustentável e confiável na assistência às populações vulneráveis, a nível do país.

V

Valores

• Salvar vidas, proteger meios de vida e fortalecer recuperação pós desastres e crises.
• Facilitar o acesso aos cuidados de saúde e serviços sociais.
• Promover a solidariedade, inclusão social e a cultura de não-violência e paz.
• Fortalecer a sociedade nacional a todos os níveis.

Nossos resultados

0+

Pessoas sob apoio directo

0+

Projectos implementados

0+

Comunidades assistidas

0+

Voluntários envolvidos

www.realpornfilms.com indian sex tube hdpornmobile.org mature porn video