Ligue já: +258 82 3012251/2

anal sex videos black teen girl vs white guy hdpornmobile.biz hd free sex indian sex tube www.realpornfilms.com hdpornmobile.biz mature porn video freesexclips.site indonesia adult porn xvideosporn.club sexpornweek.com Realpornotube sextresss.xyz xxxteenhub.info xssn.net hdxxxporn.club

Parceiros

As ações da Cruz Vermelha de Moçambique contam com a contribuição e financiamento de três Sociedades Nacionais Parceiras (SNPs) do Movimento da Cruz Vermelha, assim como da Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICVCV), e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV). Abaixo descrevemos as contribuições de cada uma destas instituições.


Cruz Vermelha Alemã

A Cruz Vermelha Alemã (CVA) tem trabalhado em conjunto com a Cruz Vermelha de Moçambique desde 2000 não só por Moçambique ser um dos países mais afetados do mundo pelas mudanças climáticas, mas também por ser repetidamente afetado por desastres naturais. A gestão de riscos de desastres naturais é, portanto, o foco das atividades da CVA no país. Além disso, Moçambique é um dos países-piloto no projeto “Financiamento baseado em Previsão (FbP)“, que propõe uma nova abordagem de ajuda humanitária frente aos extremos climáticos. A Sociedade Nacional Parceira também tem participado em muitas acções humanitárias antes, durante e após os desastres, por exemplo nas cheias de 2000 foi fundamental no período pós-cheia e desde então tem vindo auxiliar em todos outros eventos climáticos extremos. Através do programa EUAV, a CVA também está a apoiar a CVM com voluntários que estão actualmente a dar suporte a organização nos temas de gestão de projetos, comunicação e finanças (Fonte: drk.de).


Cruz Vermelha Belga – Flandres (CVB-FL)

A CVB-FL tem um compromisso a longo prazo com o ensino dos primeiros socorros em Moçambique. Ela reiniciou o seu apoio à CVM em novembro de 2017 com um projeto focado na capacitação e no suporte técnico em treinamentos e serviços de primeiros socorros. Desde de abril de 2018, também está a implementar um projeto de Redução de Risco de Desastres (RRD) com a CVM, ajudando a construir a resiliência contra enchentes e secas em 10 comunidades ao longo do Rio Zambeze, nas províncias de Tete e Manica. Também apoiou a resposta humanitária da CVM aos ciclones Idai e Kenneth, concentrando-se no fornecimento de abrigo e segurança alimentar nas áreas rurais. A CVB-FL está agora a planear um programa de recuperação com enfoque em saúde e primeiros socorros baseados na comunidade (CBHFA), DRR e água, saneamento e higiene (WASH) nos distritos afectados pelo ciclone Kenneth, na província de Nampula.


Cruz Vermelha Espanhola

A Cruz Vermelha Espanhola (CVE) e a CVM trabalham há seis anos na região central de Moçambique, em acções destinadas a reforçar as capacidades de preparação e resposta a desastres a nível comunitário e institucional. Em 2017, foram incorporadas a este projecto ações preparatórias de transferência de renda como resposta rápida em caso de crise ou emergência. Outras ações com as quais trabalham é a formação em primeiros socorros, em gênero, na prevenção de riscos para voluntários da CVM, na reabilitação de abrigos temporários, e na elaboração de Planos de Contingência (Fonte: cruzroja.es).


O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV)

 

O CICV tem trabalhado na Beira, centro de Moçambique, para responder às conseqüências humanitárias da violência armada que afetou as comunidades nas províncias de Manica e Sofala entre 2014 e 2016. A partir de sua base logística em Chimoio, eles mobilizaram uma equipe para avaliar a situação em comunidades remotas em Manica e Sofala, de modo a fornecer apoio para salvar vidas e responder às suas necessidades urgentes. Eles também distribuem suprimentos de emergência em algumas dessas comunidades (Fonte: ICRC).